Bad Moose – 2,0

Eu não gosto de falar muito sobre relação custo/benefício porque além de relativa é ainda temporal. Mas essa Bad Moose exagerou na negatividade dessa relação tendo o custo exorbitante para o que entrega. Mesmo assim, não é uma má cerveja, é apenas uma puro malte sem maiores atrativos. Não há que se esperar mais dessa cervejaria que vem a velha esparrela “fórmulas trazidas da europa e adaptadas ao gosto brasileiro”, literalmente. O mais bacana dela é o rótulo.

País: Brasil (São Paulo)
Estilo: Standard American Lager
Quando beber: nops
Harmonização: nops

Blondine Microbrewery
A blondine é uma microcervejaria de Moema em São Paulo. Fundada em 2008 possui como principal atrativo o alce que estampa seus rótulos. Visitando a Gauden Bier, do bairro de Santa Felicidade em Curitiba, descobri que ela está sendo produzida por lá.

Avaliação  
Vertida apresentou um líquido dourado intenso com um creme branco de boa formação e reduzida persistência.
Aroma fraco mas com perfil maltado.
No paladar o malte aparece ainda mais forte com um leve amargor no final e algo metálico. Aftertaste suavemente maltado. Corpo leve, carbonatação alta e boa drinkability.
www.blondine.com.br

 

Recommended Posts

Leave a Comment