Evil Twin Freudian Slip – 3,9

Freudian Slip é um termo usado na psicologia para erros na fala, memória ou ato físico ligado a um desejo do subconsciente. É na verdade um ato falho do desejo. Eu não tem nenhum apreço por Sigmund Freud mas que o nome é sugestivo, isso é. Nas freudianas palavras da Evil Twin “uma cerveja com um grande ego, desejo e sede reconhecimento”. Trata-se de uma american barley wine potente e com uma interessante carga de lúpulos mas que perde alguns pontos por apresentar um perfil um tanto caramelizado demais. Uma boa pedida para tomar em dias de caça ou pescaria no gelo na Groenlândia por exemplo. Pancada.

País: Dinamarca
Estilo: Barley Winw
Quando beber: pescando no Groenlândia
Harmonização: tørret fisk

Evil Twin Brewing
Essa dinamarquesa, quase onipresente no blog, é uma cervejaria cigana fundada e comandada por Jeppe Jarnit-Bjergsø em 2010. Quase como um exército de um homem só, Jeppe produz suas cervejas em instalações terceirizadas ao redor do mundo, inclusive no Brasil. O gêmeo do mal reside hoje em Nova York, onde comanda o celebrado bar Tørst. O que mais impressiona nas cervejas de Jeppe é o nível de qualidade de suas cervejas independente de onde sejam produzidas. Essa Freudian Slip foi produzida na Westbrook Brewing Co. na Carolina do Sul.

Avaliação  
Na taça apresentou uma coloração acobreada bem intensa, turva e com um creme branco de média formação e baixa persistência deixando apenas um laço.
Aroma intenso com notas bem adocicadas remetendo a caramelo, frutas vermelhas passadas, casca de laranja cristalizada, notas bem licorosas e uma pegada resinosa.
No sabor novamente uma base de malte caramelo, notas licorosas e um final resinoso. Aftertaste levemente caramelizado, frutado, licoroso e com algumas notas de doce de laranja. Corpo sedoso e carbonatação baixa.
No conjunto uma Barley Wine potente e com um perfil um tanto caramelizado e picante.
www.eviltwin.dk

 

Recommended Posts

Leave a Comment