Tupiniquim Thor – 3,5

thordoppelbockEssa Doppelbock é fruto de uma colaboração entre a Tupiniquim e o cervejeiro caseiro carioca Leonardo Botto. Trata-se de uma doppelbock potente (9% ABV) e levemente torrada. Achei ela um pouco agressiva (doce e alcoólica) e com baixa drinkability.

País: Brasil
Estilo: Doppelbock
Quando beber: inverno
Harmonização: porchetta

Cervejaria Tupiniquim
A Tupiniquim é uma cervejaria de Porto Alegre que vem aos poucos conquistando seu lugar entre as melhores cervejarias do Brasil. Inicialmente com cervejas colaborativas com nomes de peso como Evil Twin, Omnipollo e Nøgne Ø; vem agora fazendo colaborações também com nomes como Leonardo Botto, Nathan Smith e Pete Solsberg.
Avaliação

Na taça apresentou uma coloração marrom escuro com nuances avermelhados e um creme bege de média formação e baixa persistência.
Aroma medianamente intenso com caramelo tostado, algumas notas torradas e álcool aparente.
Na boca o caramelo tostado faz a base com sentidas notas açucaradas, algo torrado e um certo DMS. Algo de pimenta e um quê defumado acabam meio perdidos nos maltes. O final é amargo torrado e com álcool bem aparente. Aftertaste com notas licorosas e caramelo tostado. Corpo médio e baixa carbonatação.
No conjunto uma doppelbock agressiva (doce e quente) e com baixa drinkability.
www.cervejatupiniquim.com.br
Foto: Untappd (Adriana M.)

Recommended Posts

Leave a Comment