As 20 Melhores Cervejas do Mundo – Stanford University

Essa ranking é fruto do trabalho de dois pesquisadores da Universidade de Stanford na Califórnia:  Julian McAuley, estudante de pós-doc, e Jure Leskovesk, professor assistente. Eles bolaram um modelo que comprovou cientificamente a tese que à medida que consumimos mais e ficamos mais experientes em relação à um determinado produto, nosso gosto evolui e passamos a consumir produtos que inicialmente não nos agradavam tanto. Ao mesmo tempo aqueles produtos que nos encantavam enquanto iniciantes,  aos poucos perdemos o interesse. O modelo desenvolvido permite ainda avaliar rankings, separando iniciantes de experientes, e dando maior valor àqueles que apresentam uma evolução mais significativa. O estudo vale para qualquer produto, de filmes a vinhos, e é claro cervejas. 
E para cervejas, a pedido do website de tecnologia e negócios “Business Insider”, a dupla aplicou seu modelo junto às avaliações do site ratebeer.com, maior ranking especializado do mundo. O objetivo? Determinar quais seriam as 20 melhores cervejas do mundo. 
Segue a lista e na sequência algumas considerações.

1.  Westvleteren 12  (4,499) – Belgian Dark Strong Ale da Bélgica
2.  Three Floyds Dark Lord RIS (4,379) – Russian Imperial Stout de Indiana (USA)
3.  AleSmith’s Speedway Stout (4,372) – Imperial Stout da California (USA)
4.  Bell’s Expedition Stout (4,340) – Imperial Stout de Michigan (USA)
5.  Three Floyds Dreadnaught (4,300) – Imperial India Pale Ale de Indiana (USA)
6.  Founders KBS (4,290) – Imperial Stout de Michigan (USA)
7.  Russian River’s Pliny The Elder(4,289) – Imperial India Pale da California (USA)
8.  Russian River’s Tempation (4,284) – Sour Ale da Califórnia (USA)
9.  Goose Island’s Bourbon County Stout (4,283) – Imperial Stout de Illinois (USA)
10.  Hair of The Dog’s Adam (4,277) – Old Ale do Oregon (USA)
11.  Russian River’s Suplication (4,275) – Sour Ale da California (USA)
12.  Westvleteren 8  (4,267) – Belgian Dark Strong Ale da Bélgica
13.  Surly’s Darkness (4,254) – Russian Imperial Stout de Minnesota (USA)
14.  Deschutes The Abyss (4,243) – Russian Imperial Stout do Oregon (USA)
15. Hair of The Dog’s Fred From The Wood  (4,241) – Barley Wine do Oregon (USA)
16. Hürlimanns Samichlaus (4,239) – Doppelbock da Áustria
17. Fonteinen’s Schaerbeekse Kriek  (4,236) – Fruit Lambic da Bélgica
18. Bell’s Hopslam Ale (4,229) – Imperial India Pale Ale de Michigan (USA)
19. Bell’s Batch 7000 Ale (4,226) – Imperial Stout de Michigan (USA)
20. Stone’s Imperial Russian Stout (4,215) – Russian Imperial Stout da California (USA)


≈ A Westvleteren sempre a número 1. Talvez até pela aura sagrada que a cerca.
≈ A meca da cerveja é mesmo os Estados Unidos. Muito embora possamos imaginar certa influência por ser a base da dados predominantemente americana, não há como negar: US rules. Das 20, 16 americanas.
≈ Turismo cervejeiro atual é nos Estados Unidos mesmo. Anote aí California (5), Michigan (4) e Oregon (3).
≈ Stout aparece como o estilo mais valorizado com 8 cervejas.
≈ Das 20, a grande surpresa é a austríaca Samichlaus. Uma doppelbock encontrada por aqui eventualmente. Aliás, a única das 20. 
≈ Decepção é ver como estamos por fora das melhores do mundo. Eu provei apenas duas das 20, a lendária Westvleteren 12 e a Samichlaus. A lista desnuda a minha ignorância cervejeira.
Para saber mais:
www.businessinsider.com/experts-pick-best-beers-in-the-world-2013-9?op=1
Recommended Posts

Leave a Comment