Brooklyner Wheat Beer – 3,2

A Brooklyn é talvez a mais presente cervejaria americana no Brasil. Confesso que logo quando chegou me impressionou, até pela falta de parâmetros de comparação. Hoje tenho uma visão mais crítica. Produz sim excelentes cervejas mas a maioria de seus brands peca por uma falta de personalidade crônica. No geral são cervejas bem feitas, muito equilibradas mas pouco intensas. É o caso dessa Brooklyner Wheat Beer. Uma hefeweisss que intitula-se “bavarian style”, mas está muito longe das melhores bávaras. Sei o quanto é difícil encontrar uma hefeweiss fora da Bavária mas mesmo sendo condescendente com essa Brooklyn, faltou corpo e faltou intensidade. Boazinha.

País: Estados Unidos
Estilo: Weissbier
Quando beber: acompanhar uma salada em NYC
Harmonização: lobster and avocado salad

Brooklyn Brewery
A Brooklyn foi fundada em Nova York no ano de 1988 por Steve Hindy, correspondente da Associated Press, e Tom Potter, funcionário do Banco Chemical. Ambos abandonaram suas carreiras executivas e juntaram-se ao mestre cervejeiro Garret Oliver, um dos nomes mais famosos da cena cervejeira mundial, especialmente no que se refere à harmonização.

Avaliação  
Vertida apresentou um líquido dourado claro intenso, turvo mas sem sedimentos e com um creme branco totalmente fora do estilo: média formação e baixíssima persistência.
Aroma bastante fraco com os fenóis (cravo) e os ésteres (banana) apagados. Ao fundo algo de trigo e notas cítricas podem ser observados.
No sabor uma base de malte de trigo, notas doces remetendo a banana e pêssego e uma picardia de cravo no final. No aftertaste novamente a picardia do cravo permanece e ladeado por algumas notas de malte doce.
O corpo é leve demais, a carbonatação evidente e a drinkability um tanto prejudicada.
Boazinha, mas não boa.
www.brooklynbrewery.com

 

Recommended Posts

Leave a Comment