Ola Dubh 1991 Vintage Limited Edition – 4,5

Mais uma preciosidade dessa incrível cervejaria escocesa. Da linha Ola Dubh de cervejas envelhecidas em barris de carvalho utilizados para maturação do celebrado single malt Highland Park. No caso dessa 1991 Vintage Limited Edition, a Harviestoun envelheceu sua tradicional receita da Old Engine Oil por 6 meses em barris de uma safra específica da Highland Park, a de 1991 conhecida por ter produzido um single malt de qualidade superior. E valeu a pena, é uma cerveja extraordinária. O capricho na produção transparece na garrafa numerada (a minha 01539), datada (abril de 2013) e devidamente tanto assinada pelo mestre cervejeiro da Harviestoun, Stuart Cail, como pelo mestre de madeira da Macallan, George Espie. Uma preciosidade imperdível.

País: Escócia
Estilo: Old Ale
Quando beber: conhecer a expressão máxima de uma verdadeira Old Ale oak aged
Harmonização: só ela e mais nada

Harviestoun Brewery
Essa escocesa é uma cervejaria única. Se por um lado mantém-se fiel à tradição britânica de fazer cerveja, por outro consegue produzir inusitadas pérolas. De todas as cervejas que provei, todas me surpreenderam positivamente.
Com sede na cidade de Alva, distrito de Clackmannanshire, foi fudanda em 1984 por um mecânico e um fazendeiro: Ken Brooker, funcionário da Ford por mais de 20 anos, e Eric Harris. Em 2006 foi adquirida pelo grupo Caledonian Breweries, mas em 2008, quando o grupo foi incorporado pela Scotttish & Newcastle, tornou-se independente novamente. E curiosidade, sob a gestão de um fundo de investimentos formado por um grupo de ex-diretores da Caledonian.

Avaliação
Vertida apresentou um líquido absolutamente viscoso, praticamente negro, fechado, com alguns nuances acastanhados. O creme marrom é de média formação e baixa persistência, deixando apenas um colar sobre o líquido.
O aroma é ESPETACULAR. Deliciosas notas de baunilha, maltes em torrefação (café e chocolate amargo), nozes, frutas escuras desidratadas (ameixa e passas), frutas vermelhas, turfa e sentidas notas licorosas que remetem ao whiskie.
O sabor é ao mesmo tempo equilibrado e incrivelmente extremo. Na entrada nozes, caramelo, passas, chocolate amargo e baunilha. Aos poucos as notas licorosas aparecem, whiskie, que conduzem para um final com malte torrado, café e algo de turfa. O aftertaste tem intensas notas de café, chocolate amargo, turfa e baunilha. O álcool faz-se presente no acabamento esquentando a degustação mas sem nunca incomodar.
O corpo é viscoso, quase um licor, e a carbonatação baixa.
Mais uma preciosidade de Harviestoun.
www.anchorbrewing.com

Recommended Posts

Leave a Comment